Manual Como fazer a Declaração do Imposto de Renda para Iniciantes – parte 1

Chegou a hora de fazer a Declaração do Imposto de Renda! No geral, a maioria dos brasileiros possuem dados simples! Se este for o seu caso, você mesmo pode preencher os dados e fazer sua Declaração do Imposto de Renda. Para isso, levantamos aqui um pequeno manual de Como Fazer a Declaração do Imposto de Renda para iniciantes.


Manual de Como fazer a declaração do Imposto de Renda grátis

Preciso ou não fazer a Declaração do Imposto de Renda 2013?

Primeiramente, junte seu holerite e veja quanto você ganhou no ano passado, somando tudo! Se você ganhou mais de R$ 24.556,65, precisa fazer a Declaração de Imposto de Renda 2013. Porém existe outros critérios, confira em Quem precisa fazer a Declaração do Imposto de Renda 2013?

Se você recebeu menos do que R$ 24.556,65, e não possui nenhum dos outros critérios citados, não precisa Declarar o Imposto de Renda. Um fato curioso: mesmo não sendo obrigado a entregar o imposto de renda, pode ser vantajoso entregar a Declaração do Imposto de Renda, já que você pode receber um dinheiro na restituição!

Fique ligado em mais dicas do manual Como fazer a Declaração do Imposto de Renda para Iniciantes!!!

Baixe os programas
São 2 programas, um programa para preencher os dados, e outro programa para enviar a declaração, confira mais detalhes em Programas para Declaração do Imposto de Renda 2013

Preenchendo o formulário da Declaração do Imposto de Renda
Abra o programa IRPF 2013 no computador. Se você ainda tem salvo a Declaração do ano passado, pode importar alguns dados usando a opção “Importar Dados IRPF 2012”. Caso não tenha, clique “Nova Declaração”. Escolha “Não” caso não queira importar os dados de declaração 2012. Em “Declaração de Ajuste Anual” digite seu CPF e Nome Completo. Clique OK.

Do lado esquerdo, aparecerá várias “fichas”, como por exemplo, ficha “Ident. do Contribuinte”, ficha “Dependentes”, ficha “Alimentados”, assim por diante. Será necessário preencher várias destas fichas. Vamos falar as principais fichas…

Ficha “Ident. do Contribuinte
Preencha seus dados pessoais, nome, rg, cpf, endereço,…

Na primeira pergunta: Que tipo de declaração você deseja fazer? Escolha Declaração de Ajuste Anual Original caso você ainda não tenha enviado a declaração 2013 para Receita. Escolha Declaração Retificadora caso você já tenha enviado a Declaração 2013, e corrigiu algum dado para enviar novamente.

O número do recibo da última declaração entregue do exercício de 2012 é opcional. Caso deseje obter este número, confira como obter o número do recibo da declaração IRFP 2012.

Nos demais campos, preencha o endereço e profissão.

Ficha “Dependentes”
Cadastre aqui seus dependentes, como por exemplo, filhos, pais, enteados,… O valor da dedução anual é de R$ 1.974,72 por dependente, caso faça a declaração completa.

Ficha “Alimentados”
Nessa ficha devem ser informados os nomes das pessoas que recebem pensão alimentícia de você.
Obs: Se você pagou Pensão alimentícia, deve declarar os valores pagos na ficha “Pagamentos efetuados”. Se você recebeu Pensão alimentícia, deve declarar na ficha “Rend. Trib. Receb. de PF/Exterior”.

Ficha “Rend. Trib. Receb. de Pessoa Jurídica”
Aqui deve ser preenchido seus ganhos de salário ou serviço prestado a uma empresa ( pessoa jurídica ). Observe que existem duas abas ( Titular e Dependentes ). Os ganhos dos dependentes também precisam ser declarado.

Ficha “Rend. Trib. Receb. de PF/Exterior”
Nesta ficha deve ser preenchido os ganhos recebidos de pessoa física ou de outro país. A melhor forma é usar o programa Carnê Leão para controlar estes ganhos, pois ele irá lançar e gerar os valores dos impostos a serem pagos, caso necessário. Depois, é preciso importar os dados do Carnê Leão, usando o botão “Importar dados do Carnê Leão”. Observe também que existem duas abas ( Titular e Dependente ), ou seja, os ganhos dos dependentes também precisam ser declarados.

É nesta ficha que declaramos os valores recebidos de pensão alimentícia.

Ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”
Alguns ganhos não pagam imposto de renda, são isentos! Mas precisam ser declarados! São exemplos:
– no item 01 – ganhos de bolsa de estudo
– no item 03 – ganhos com rescisão de trabalho
– no item 04 – ganhos com venda de bens de pequeno valor, ou casa única ou casa vendida para comprar outra
– no item 07 – ganhos com pensão, aposentadoria
– no item 08 – ganhos com poupança
– no item 24 – em outros, pode ser declarado ganhos com auxílio alimentação, diárias, férias vendidas.

Esses geralmente são os principais itens, mas é preciso ler, para ver o seu caso.

Vamos continuar com nosso manual de Como fazer a Declaração do Imposto de Renda para Iniciantes.

Ficha “Rendimentos sujeitos à tributação exclusiva/definitiva”
Declare nesta ficha os ganhos com 13. salário, ganhos com investimentos financeiros, como bolsa de valores, fundos de investimentos, renda fixa, …

Fique atento nesta ficha, pois também precisam ser declarados ganhos com venda de imóveis, separação, venda de sociedade e ganhos com loteria. Dependendo, precisa usar um outro programa “Demonstrativo de Ganhos de Capital GCAP 2012”, que pode ser baixado no site da Receita Federal.

Ficha “Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica com exigibilidade suspensa”

Declare rendimentos tributáveis, com retenção ou não do imposto sobre a renda, e o respectivo valor do imposto com exigibilidade suspensa fornecido pela fonte pagadora.

Ficha “Rendimentos recebidos acumuladamente”
Declare aqui ganhos pagos em 2012, mas referente a trabalho, aposentadoria, pensão, transferência para a reserva remunerada ou reforma feitas em anos passados ( 2011, 2010, 2009,… ), que são tributados exclusivamente na fonte.

Ficha “Pagamentos efetuados”
Informe aqui os valores pagos com pensão, despesas médicas, aluguel, …

Ficha “Doações efetuadas”
Informe aqui as doações efetuadas aos fundos controlados pelos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente Nacional, Distrital, estaduais ou municipais no decorrer do ano-calendário de 2012. As doações já declaradas nos anos anteriores não podem ser repetidos.

Ficha “Bens e Direitos”
Informe aqui todos os seus bens e direitos presentes até 31 de dezembro de 2012, como casa, carro, conta no banco, aplicações financeiras, consórcios, …

Ficha “Dívidas e ônus reais”
Informe empréstimos consignados, cheque especial, cartão de crédito,…

Não use esta ficha para declarar financiamentos ou consórcios de carro ou casa…

Continuando…


Confira o Manual Como fazer a Declaração do Imposto de Renda para Iniciantes – parte 2

Se você achou esta dica útil, compartilhe! Obrigado!


Inscreva-se no nosso canal







Deixe seu comentário

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.


O DESAFIO 12 MESES IRÁ AJUDAR A ECONOMIZAR DINHEIRO EM 2017! CONFIRA!